Orlando Luz fica na estréia do quali do Rio Open, mas ganha WC para chave de duplas

A primeira partida da temporada 2016 de Orlando Luz (Nike / Prince / Correios / Produza / Cabanha do Ouriço) foi a estréia no qualifying do ATP 500 Rio Open, realizado no Jockey Club Brasileiro no Rio de Janeiro. O gaúcho, 455º do ranking da ATP enfrentou o japonês 94º colocado, Taro Daniel, cabeça de chave 2 do quali, que exerceu seu favoritismo avançando para a segunda rodada, vencendo o brasileiro por duplo 6-4.

Orlando comentou que estava um pouco ansioso na partida. “Foi meu primeiro torneio depois de uma pré-temporada de 3 semanas e meia. A ansiedade pegou e atrapalhou, mas era esperado, pois enfrentar um top 100 é diferente. Fica a lição de que, para enfrentar um rival deste nível, precisa de mais consistência”, disse.

Daniel chegou a abrir vantagem de 5-1 no primeiro set. Orlando começou a se sentir mais a vontade no jogo, confirmando serviço e quebrando o saque japonês quando servia para o set. O brasileiro encostou, 4-5. Servindo para o set novamente, Daniel fechou a primeira parcial.

No segundo set, jogo equilibrado. Daniel conseguiu uma quebra em 3-3 mas foi quebrado de volta, 4-4. Orlando contou com um pouco de azar quando uma esquerda enroscou enquanto o placar marcava 40-30, Taro Daniel não perdoou. Quebrou o serviço do brasileiro e serviu para o jogo.

Orlando ganha convite para chave principal de duplas no Rio Open

Poucos minutos depois da estréia no qualificatório, Orlando recebeu a notícia de que ganharia um convite para a chave principal de Duplas do ATP 500 do Rio, jogando ao lado de Fabiano de Paula. Apesar da boa notícia, a dupla convidada não teve muita sorte no sorteio da chave. O gaúcho e o carioca terão pela frente a dupla cabeça de chave 1, formada por Marcelo Melo e Bruno Soares, que começam sua preparação para as Olimpíadas. Marcelo é número 1 do mundo no ranking de duplas e Bruno Soares é o atual campeão do Australian Open nas chaves de duplas e duplas mistas.